domingo, 8 de abril de 2007

PARABÉNS CAROS AMIGOS!

Conheci a revista CAROS AMIGOS desde sua fundação, pois representava, para quem trabalhava com os movimentos sociais, uma luz no fim do túnel dentro do jornalismo brasileiro. Estive com Marina Amaral, editora executiva da revista, no ano 2000, logo após termos organizado(FLP-FRENTE DE LUTA POPULAR) um passeio no shopping RIO SUL. Desde então não parei mais de acompanhar a revista. Essa semana CAROS AMIGOS já está completando dez anos, e parece que foi ontem. De uns tempos para cá me tornei um leitor amigo da revista, e mais, meu gosto foi tanto, que meu coordenador do curso de jornalismo na faculdade onde estudei, chegou a dizer na frente de toda a turma que eu precisava ler outras revistas que não a CAROS AMIGOS. Que nada, a preocupação não era que eu não lia outras revistas, mas sim que a turma, de uma faculdade particular do interior do Paraná, tivesse contato com aquele jornalismo alternativo às mídias compradas pelas elites rurais daquela região. Requião que o diga! Portanto hoje que é Domingo de Páscoa, e que estou dando uma atenção para minha família, só vim aqui para dar os PARABÉNS para essa revista, que vem remando contra a maré. Continuem, pois tem muita gente que lê, e que não se aliena com as mídias do poder...
Durante toda essa semana estarão acontecendo vários eventos gratuitos em São Paulo por ocasião dos dez anos da revista, portanto estamos colocando em nosso blog a agenda da semana de comemoração, bem como indicando o site de CAROS AMIGOS.

2 comentários:

Elton Hubner disse...

Olá, André! Por termos estudado na mesma universidade, vale dizer que conheci a Caros Amigos NA sala de aula. Aquelas páginas enormes com textos longos, fotos em PB e layout simples tinham sido trazidas à faculdade por uma colega de sala que, na época, também já remava contra a maré. Em pouco tempo, a Caros Amigos se tornou um índice de referência mensal pra alguns de nós e nos abriu portas pra outros contatos, mediante livros ou sem mediadores, com José Arbex Jr. e Frei Beto, dentre outros, os quais participaram, direta ou indiretamente, de trabalhos nossos durante o curso de Jornalismo.
Compartilho seus parabéns à equipe amiga da revista e ressalto que Marilene Felinto é demais!

rachel coelho disse...

pôxa, andré, nem todo mundo desconhece caros amigos! acho que vc foi infeliz nesse comentário. algumas pessoas não lêem por opção, por não achar a leitura atraente na forma como os textos são dispostos graficamente ou por discordar, sei lá. mas seu texto faz parecer outra coisa...

Compartilhe!