sexta-feira, 24 de outubro de 2008

PARTIDO VERDE - O CLUBE DOS AMIGOS (Com dinheiro do Fundo Partidário)

Acabei de ler o livro com o titulo da publicação de hoje e fiquei realmente estarrecido! É uma obra fortemente documentada por José Louzeiro, um respeitado jornalista, que apresenta notas e provas de como o PV de Gabeira tem utilizado o fundo partidário, em beneficio de um grupo de amigos. Transcrevo aqui algumas linhas do livro e aconselho a leitura elucidativa para quem ainda acredita no Gabeira.
1 - Dois Gabeiras

"Conforme matéria publicada no "Informe" do Jornal "O DIA" (terça-feira - 19.12.2006), Gabeira gastou no ano de 2006, em média R$ 3.709,36 por mês de gasolina. O preço médio do litro, na época, era de 2,69. Ou seja, com esse dinheiro, ele comprou 1.379 litros. Como um carro gasta, em média, um litro para 11 quilômetros, o nobre parlamentar rodou por mês o equivalente a 15.169 quilômetros. Como é necessário levar o carro para a revisão a cada 10 mil quilômetros, imagina-se que o carro do Gabeira tenha ido para oficina a cada duas semanas e meia. É coisa de doido! Aposto que a mania do Eduardo Brandão, de gastar tanta gasolina em poucas viagens, contagiou o companheiro Gabeira."

2 - Gabeira é o parlamentar que mais se orgulha de ser defensor, no Congresso, da Moral e da Ética.

"Não faz muito tempo esbravejou com o ex-deputado Severino Cavalcanti(PP-PE, então presidente da Câmara dos Deputados). Disse ele, dedo em riste, altos brados: "Vossa excelência não tem moral para conduzir os trabalhos desta Casa!" A ênfase do parlamentar carioca foi de tal ordem que Severino limitou-se a encará-lo sem nada dizer. A estranha veemência do parlamentar verde, que parecia saído de um transe, ocorreu de forma tão surpreendente que o plenário silenciou para ouví-lo. Esse era o Gabeira, mágico e audacioso, como nos tempos em que exibiu sementes de maconha no Congresso, logo depois de usar tanguinha na praia. No entanto, com o presidente do seu partido, Penna, Gabeira não toma as mesmas atitudes, pois, em casos mais graves, como desvio do dinheiro do fundo partidário que é dinheiro público, ele se omite.
Ao mesmo tempo em que prega moralidade, Gabeira deu-se muito bem no parlamento. Se há um deputado vitorioso é ele. Veja o prezado leitor, o ano ainda não acabou e o nobre deputado, só nos primeiros seis meses deste 2008, já embolsou de verbas indenizatórias, ou seja, aquelas que não são fiscalizadas, onde o deputado apresenta qualquer tipo de recibo, a quantia de R$ 59.931,28. Isto, sem falar que no ano de 2006 o nobre deputado embolsou R$ 142.481,92, sendo R$71 mil apenas com aluguel de imóvel para escritório. Que escritório, hem!?..."

2 comentários:

Anônimo disse...

Será que o Paes nunca desviou dinheiro na vida? A campanha milionária dele teria surgido de onde?
Infelizmente desviar dinheiro é uma praxe dentro dessa política medíocre.

pedro disse...

O Paes vem de berço de ouro? Porque ele mora numa bela mansão, né? Muito estranho...

Compartilhe!